5ª Sessão – O Templo e a Caverna

♠ 17 de julho de 1650 – floresta (continuação)

No final do “corredor”, encontram um templo semi-encoberto pela vegetação. Na entrada, uma estátua mal definida de onça. A entrada parece ter sido soterrada. O templo parece ter sido construído numa caverna. De fato, ele se encontra no pé de uma pequena elevação.

Eles ouvem um rugido de onça.

Acabam encontrando uma abertura rente ao chão, apertada. É preciso se arrastar.

Dentro da caverna é bem grande. E há uma escada que desce, esculpida na pedra e em espiral.

Eles sentem um frio, um frio sem vento. Começam a ouvir um cântico. Ao fazer “Visão astral”, veem (quem pode) uma procissão de espíritos de índios com estranhas vestes. A procissão desce a escada. A escada parece terminar numa parede de pedra, mas eles continuam em frente.

O grupo não demora a perceber que a parede é uma ilusão. Montenegro faz uma “Aura” no lugar e capta imagens antigas.

Eles tentam seguir a procissão, que se afasta velozmente por um longo túnel.

Eles andam até o final do dia e não chegam ao fim. Decidem retornar.

♠ 18 de julho – templo

Eles retornam à bandeira para avisar Fernão da descoberta. Pela reação, parece que é o que estava procurando.

Parece até mesmo que ele sabia da existência da caverna (e do túnel).

Ao chegarem no templo, a maioria dos índios se recusa a entrar, e retornam.

♠ 19 a 21 de julho – caverna

Eles caminham em fila por um escuro túnel que parece não ter fim, e que desce ainda mais. Vários têm problemas de saúde com os fungos da caverna, sofrendo histoplasmose.

♠ 22 de julho – caverna

No quarto dia, chegam a uma espécie de gruta bem larga e alta. O túnel prossegue em frente, mas há várias outras entradas de caverna. No centro, há um lago com peixes escuros com listras luminosas. Eles dissecam um para ver se dá para comer. Decidem apenas evitar as partes luminosas.

Acampam para dormir.

Durante a noite, parecem ouvir algum barulho.

[Nota do Mestre: o recorte inicialmente planejado para a sequência do Forte Albuquerque começaria no Pantanal e seguiria até a descoberta do templo, o que provavelmente seria dividido em duas sessões. A sessão seguinte seria toda destinada à travessia do túnel.]

The URI to TrackBack this entry is: https://cheibub.wordpress.com/2016/03/07/5a-sessao-o-templo-e-a-caverna/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. […] 5ª Sessão – O Templo e a Caverna […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: