1ª Sessão – Aventuras em Alto Mar

♦ 27 de setembro a 5 de outubro de 1651 – navio

Quase nada acontece. Maurice não sai do lado de Tereza, assim como Tendresse, que vive terríveis conflitos de consciência.

Miya vai se enturmando com o grupo e aprendendo várias coisas.

No final deste período, eles chegam à Península Rochosa, que marca a entrada das Baías Gêmeas. Nahuapy lembra que Calel disse que eles seriam bem vindos nas terras araucanas, mas não é hora de novas aventuras.

Tereza já não possui cascas. Seu corpo está todo vermelho e roxo. Todo dia ela gasta seu poder inteiro para se recuperar. No final deste período ela acorda. O fato é comemorado por todos. Ela reclama da coceira e de algumas dores. Seu humor é bom.

♦ 6 a 11 de outubro – navio

Tereza se recupera muito bem. Já fala, já anda. Tendresse não pensa mais tanto em abandonar o grupo. Como tudo vai bem, Nahuapy e Hernandez resolvem se casar.

♦ 12 de outubro – navio

Casamento de Nahuapy. Obviamente, Tendresse fez questão de fazer a cerimônia. No final, Hernandez começa sentir dores nos olhos e desmaia. Sente que seu poder estar voltando. No colo de Nahuapy, começa a chorar, pois vê o bebê dentro da barriga: é menina.

♦ 13 de outubro – navio

Viagem sem incidentes. Armand avisa que vão parar em Arica.

♦ 14 de outubro – Arica

Aniversário do Rocha. Ele vai comemorar num bordel em Arica e acaba pegando doença venérea. Muito sem jeito, acaba pedindo ajuda a Naomi (já em alto mar). Esta pensa que precisa pegar no dito cujo e se recusa. Mas após saber que isso não é necessário, dá “Cura” para o pobre rapaz.

[Nota do Mestre: o aniversário de Rocha é uma referência ao do jogador. Portanto já estávamos em meados de abril de 1996. A doença foi rolada nos dados.]

Em Arica, Paulo e Rocha investigam a cidade e ouvem sobre Potosí e suas ricas minas de ouro. Eles querem ir para lá, mas o grupo quer um descanso de tantas aventuras.

Paulo vai à igreja se confessar. Mais tarde, descobre o “Duplo”, bebida alcoólica típica, estilo levanta defunto.

[N. do M.: o Duplo se tornou uma bebida bastante apreciada pelo grupo. Não me perguntem a receita.]

O navio é reabastecido e o dinheiro praticamente se vai todo. Enquanto Paulo e Rocha bebem, Armand dá uma cantada em Naomi que a deixa estremecida. Pierre pergunta a Tendresse quando eles se casam, e ela fica em dúvida e se cala.

♦ 15 a 17 de outubro – navio

A viagem segue sem grandes incidentes. Paulo treina esgrima com Naomi, Miya treina capoeira.

♦ 18 de outubro – navio

Avista-se uma pequena ilha, mas até o fim do dia não haviam chegado nela. E ela vai aumentando mais e mais no horizonte.

♦ 19 de outubro – navio

Ao amanhecer, avistam o Ninho de Deus em todo o seu esplendor. Uma ilha de pedra que se ergue do mar a 6 mil metros de altura. A aproximação do barco seria perigosa, pois as ondas batem violentamente contra a rocha. Não dá pra ver o cume, coberto de nuvens.

Rocha não resiste à tentação e se transforma em gaivota. Aproxima-se da ilha, mas tem dificuldade de manter o voo devido aos fortes ventos. Percebe que não há praia, apenas a própria montanha seguindo reta mar adentro. Vê, então, uma reentrância mais acima. Transforma-se em um passarinho e voa junto ao paredão. Vê que dentro da ilha há outras montanhas, todas unidas à mesma base. Vê um condor voando bem acima. Tenta virar um, mas não consegue. Sem poder, não se arrisca a voltar. Ainda por cima, é ameaçado por um lagarto. Passa a noite sobre um arbusto como uma andorinha.

Nahuapy percebe que Rocha não voltou. Mas ninguém pode fazer nada. O navio apenas reduz a marcha.

♦ 20 de outubro – navio

Rocha consegue se transformar em um pássaro para voltar ao navio.

♦ 21 a 28 de outubro – navio

A viagem segue sem incidentes rumo a Alcazar.

♦ 29 de outubro – Callao

Aproximam-se da costa no final da tarde. Mas Armand percebe uns barcos estranhos. Pede a luneta emprestada a Richard. Vê que se trata de um pirata flandrino. Mantém o navio afastado.

À noite, o grupo parte num bote até a praia. Veem que Callao está ocupada por piratas e elaboram um plano mirabolante. Miya coloca fogo nos barcos enquanto Naomi faz ilusões de fantasmas. Na praça central, Rocha e Paulo cuidam de tocar fogo na cruz da catedral, sob a proteção de Aruana. Aos poucos, a confusão está instalada. Rocha acaba acertando um tiro na cabeça do líder do capitão pirata. Os piratas partem da cidade. Depois disso, enquanto a guarda Vice-Real se aproxima, Armand chega atirando com seu navio, para melhorar as explicações de como colocaram os piratas pra correr. O governador de Callao os recebe como heróis. Um nobre de Alcazar oferece-lhes a casa para passarem alguns dias. No dia seguinte, o próprio Vice-Rey os receberá com uma festa.

[N. do M.: Callao é uma vila portuária junto a Alcazar (Lima, na vida real).]

Para quem chegou sem dinheiro de uma viagem bastante atribulada, virar herói foi no mínimo um lucro inesperado.

The URI to TrackBack this entry is: https://cheibub.wordpress.com/2016/03/29/1a-sessao-aventuras-em-alto-mar/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. […] 1ª Sessão – Aventuras em Alto Mar […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: