4ª Sessão – O Desaparecimento

♦ 2 de abril de 1652 – Junín

Rocha decide sair como condor para dar uma olhada na região. Aruana e Tendresse ficam em casa fazendo armadilhas para a “sombra”. Naomi, Ayla e Paulo vão dar uma volta na cidade para fazer compras.

Nas compras, os três conhecem um castellano chamado Francisco. Ele pergunta onde fica a redução indígena. Intrigada com o forasteiro, Naomi decide leva-lo até lá. Rocha, como condor, acompanha a viagem deles.

Na vila indígena, Naomi faz perguntas explícitas sobre “a sombra”, mas todos acham que ela é doida.

Eles veem os índios reclamando com o padre Domingo sobre o possível roubo da caixa da comunidade.

♦ 3 de abril – Junín

Ao amanhecer, andando pela vila, o grupo vê os índios e o padre em frente ao Cabildo.

Enquanto isso, Aruana, Hernandez e Nahuapy (com Luna) caminham no bosque para colher ervas. Aruana pressente perigo e Hernandez manda todos voltarem. Nahuapy teima em investigar e vira um puma. Sabendo que é “a sombra”, Hernandez prefere atirar em Nahuapy para evitar que ela vá em direção à morte certa.

Nahuapy fica atordoada e segue ferida para outra direção. Aruana e Hernandez vão atrás, com Luna no colo. Quando Hernandez vê “a sombra” seguindo eles, pede para Aruana correr com Luna pra casa. Pouco depois disso, Nahuapy não sente mais cheiro de ninguém atrás dela.

Na cidade, o resto do grupo decide fazer algo para ajudar o povo de Ccori. Naomi faz uma ilusão sonora no ouvido do Alcaide, ameaçando-o. Logo depois, Miya faz o brasão da cidade cair sobre o Alcaide. Naomi faz mais uma ilusão sonora para enfatizar a ameaça.

Aruana chega em casa com Luna. Richard vai ao centro chamar o pessoal. Aruana conta rapidamente o que aconteceu. Ccori e Richard ficam com Aruana e Luna, o resto vai atrás de Nahuapy e Hernandez.

Nahuapy rouba as roupas de um sítio e se esconde nas pampas.

No bosque, o grupo se divide em três. Um fica no bosque e os outros dois saem em sentidos opostos, circundando o lago.

Tendresse, Pierre, Tereza e Ayla acham a pista de Nahuapy. Rocha e Maurice não acham nada no bosque e vão atrás do grupo de Tendresse. Naomi, Paulo e Miya chegam em Junín. Naomi e Paulo resolvem dar a volta por fora da cidade e Miya decide voltar sozinha para o bosque.

Nahuapy faz uma adivinhação para saber sobre Hernandez e vê tudo escuro. Ela fica quase catatônica. Nessa hora é encontrada pelo grupo de Tendresse. Pouco depois, encontram Naomi e Paulo. Nahuapy fala sobre Hernandez e todos voltam para o bosque.

Neste meio tempo, Miya encontra “a sombra” e manda uma bola de fogo como sinal de socorro, que é avistada. Mas, antes deles chegarem, Miya recebe duas adagas no peito. Quando Rocha chega, antes dos demais, só vê Miya no chão, e é atacado pelas costas pela “sombra”. Rocha resiste um pouco mais e acaba sendo salvo pela chegada de Naomi.

A “sombra”, que se encontra bastante ferida, foge para as montanhas. Tereza usa seu poder para salvar Miya e recuperar o Rocha.

Nahuapy se transforma em puma e procura por Hernandez. Rocha se transforma em falcão e segue “a sombra” pelas montanhas até uma caverna. Naomi faz “Comunhão com a floresta” e não sente a presença de Hernandez.

A noite se aproxima. Nahuapy quer continuar a busca, mas todos a convencem de que é perigoso prosseguir à noite. Eles retornam para casa.

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://cheibub.wordpress.com/2016/03/30/4a-sessao-o-desaparecimento/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. […] 4ª Sessão – O Desaparecimento […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: