Vilas do Interior Oeste

Vila Nossa Senhora da Ponte de Sorocaba

O morro de Araçoiaba era rota das bandeiras que partiam de Piratininga. Em certo dia de 1589, um bandeirante decidiu se estabelecer ali em busca de ouro, mas só encontrou minério de ferro, o que deu origem a dois engenhos. As terras ao redor trocaram de mãos até os beneditinos chegarem ao povoado e construírem um convento e uma escola. O povoado tornou-se vila em 1661. Os bandeirantes que aí se instalaram sonham em desbravar o noroeste, para as terras além do Forte Albuquerque, que ajudaram a erguer.

Forte Albuquerque

Santiago de Jerez era uma antiga vila castelhana erguida em 1593 próxima a uma área de alagados. Em meio à guerra dos bandeirantes contra as missões Jesuíticas do Guayrá, a vila foi destruída e deixada em ruínas. Poucos anos depois, sobre seus escombros, o governo de Itanhaém achou por bem erguer um forte que servisse como proteção a novos avanços dos Castelhanos e também como entreposto para as bandeiras.

A iniciativa teve sucesso devido a uma inusitada aliança com uma aldeia guarani local. Os nativos serviriam como diplomatas entre os Lusitanos e outras tribos da região, enquanto que os colonos manteriam as aldeias livres de novos ataques bandeirantes. Em 1650, o acordo se mostrou proveitoso. O forte se viu sitiado por forças castelhanas aliadas a outras tribos. Muitos anos depois, os sobreviventes ainda arregalavam os olhos ao contar como nada se enxergava do alto murada, tamanho o nevoeiro que envolvia todo o forte. E do brilho dos relâmpagos vindos do chão, entrevistos em meio à neblina.

Published in: on 11 de janeiro de 2019 at 1:34  Deixe um comentário