6ª Sessão – Ilha do Gelo

♥ 26 de agosto de 1651 (continuação) – Ilha do Gelo

Tendresse é abandonada por Taquatu na caverna. Procura mas não acha saída. Há restos humanos em um canto. Depois chega Rocha. Quando o Taquatu parte mais uma vez, ela chama um anjo, que os desce até o alto das montanhas mais baixas.

Aruana e Richard chegam na ilha e seguem o som de uma festa indígena. Avistam uma aldeia e tentam se aproximar sorrateiramente. Aruana é capturada e Richard retorna para avisar aos outros.

♥ 27 de agosto – Ilha do Gelo

Na manhã seguinte, Aruana é levada pelos índios Onas aos feiticeiros nas montanhas.

Tendresse e Rocha, que caminham a esmo pela ilha, encontram um grupo de onas. Eles se aproximam. Tendresse usa “Comunicação” para falar com os índios, que os levam aos feiticeiros.

Enquanto isso, Richard, exausto, leva Naomi e Paulo até onde Aruana foi capturada.

Tendresse e Rocha encontram Aruana junto com os feiticeiros. O colar guajára de Aruana impede que os feiticeiros tomem medidas mais hostis. Eles apenas pegam alguns fios de cabelo de cada um para futuros rituais. Avisam que é para eles abandonarem a ilha até o próximo nascer do sol.

Paulo, Naomi e Richard chegam à aldeia na hora em que os outros retornam do encontro com os feiticeiros.

Eles voltam até a praia. No final do dia, Maurice, Armand, Nahuapy, Hernandez e Tereza chegam numa balsa improvisada. A canoa afundou com o esforço de levar três tripulantes (Naomi, Paulo e Richard). Tendresse e Armand se recusam a sair da ilha sem achar Pierre. Armand tem certeza de que ele está na ilha. E revela que Pierre deixa pequenas marcas só identificáveis por ele.

♥ 28 de agosto – Ilha do Gelo

Eles partem bem cedinho. Armand acha uma pista. Rocha se transporta em um pássaro e encontra uma caverna de onde sai uma preguiça gigante. Ele retorna e eles decidem investigar a caverna.

Lá encontram Pierre deitado ao lado de um mosquete, delirando. Tendresse lhe dá “Cura” e Pierre acorda. Ele acha que continua delirando, Tendresse lhe convence que não.  Para o espanto de todos, menos de Naomi, Hernandez, Nahuapy e, por que não dizer, Armand, Tendresse e Pierre se beijam apaixonadamente.

Aruana e Rocha ficam indignados quando Tendresse revela que é mulher. Eles saem da caverna em direção à praia.

Os outros saem algum tempo depois. Pierre e Tendresse ainda ficam. Pierre lhe explica que a criatura que habita a caverna cuidou dele como filhote, e quer agradecer e se despedir.

Enquanto caminham para a praia, são atacados pelos onas. Eles correm todos até a praia e entram na balsa.

Um ona começa a lançar relâmpagos. Outros surgem em canoas. A balsa começa a afundar. De repente, tiros de canhão. Aparece uma caravela, que espanta os onas e resgata o grupo.

O capitão conhece Armand, e não parecem amigos. Não demora muito para perceberem que é um navio negreiro.

Aruana e Rocha se mantém afastados do grupo, e pensam abandoná-lo no próximo porto. O capitão avisa que o próximo porto é na Ilha de Santa Inês. Também insinua que Armand é um pirata e se interessa por Naomi ao saber que ela é livre.

FIM DO CAPITULO 2

Anúncios

5ª Sessão – O Rapto de Tereza

♥ 8 de agosto de 1651 – viagem

Eles caminham para o norte.

♥ 9 a 11 de agosto – viagem

Sem incidentes.

♥ 12 de agosto – viagem

Encontram um cordão com uma cruz próximo a uma árvore. É o cordão de Pierre, mas como quem fez a “Aura” não o conhece, não ligou a pessoa às imagens.

♥ 13 de agosto – viagem

Começam a subir uma colina e param para acampar.

♥ 14 de agosto – viagem

Ao amanhecer, quando começas a caminhadas, Tendresse pensa ouvir alguém lhe chamando. Continua a caminhar e ouve de novo. Olha pra trás e só vê as montanhas.

Então chega à conclusão de que Pierre está lá, em algum lugar. Consegue convencer a todos que há alguém para ser achado. Seguem rumo ao sul.

♥ 15 de agosto – viagem

Veem um vulto observando eles do alto das montanhas.

♥ 16 de agosto – viagem

Param pra caçar. Aparece um homem caminhando, que chama por Richard. É Maurice, um integrante da caravana de Richard e Antoine. É uma figura simpática, porém estranha. Se integra ao grupo.

[Nota do Mestre: Maurice é meu NPC imortal. Serviu não pra testar o personagem como para servir de conselheiro do grupo em situações de impasse (ou seja, uma forma de eu dar toques no grupo). Mais tarde, utilizei o personagem para uma campanha de Imortais do Carlos Klimick, quando tive de pensar em uma origem para ele (comerciante grego, marinheiro, pescador). A diferença é que em Imortais eles têm poderes e são divididos em grupos como no World of Darkness. Em O Desafio dos Bandeirantes, planejei algo nos moldes do Highlander, só que sem os raios e o lance de cortar cabeças. E o retorno à vida também não é imediato, como ocorreu com o Kunta e veremos mais adiante.]

♥ 17 a 20 de agosto – viagem

Sem incidentes.

♥ 21 de agosto – viagem

Mais uma vez veem um vulto lhes observando. Decidem subir as montanhas. Não acham ninguém. É um platô de pedra. Cai a noite. De repente as trevas caem sobre eles. Quando se dissipa, Tereza desaparece.

Descobrem que o raptor entrou numa caverna. Eles entram e vão descendo cada vez mais. A trilha termina em um rio subterrâneo. Metade sobe o rio e a outra desce.

O grupo que sobe vê que o rio sai de um buraco na pedra. Aruana decide mergulhar. Já sem fôlego, sai num lago. Deduz que o raptor não teria conseguido passar por ali com Tereza. Volta, mas tremendo de frio, pois a água estava geladíssima.

O grupo que desce chega à saída da caverna, numa cachoeira. Alguém sobe para chamar o outro grupo.

Eles descem, mas o rio segue num canyon estreito. Só é possível seguir por cima. Rocha se transforma numa águia e consegue avistar o raptor.

♥ 22 de agosto – viagem

A perseguição continua pela manhã. O grupo demora bem mais do que o raptor, pois ele estava de canoa.

Chegam ao ponto onde ele desceu só no final do dia.

Aproximam-se silenciosamente. É uma caverna com um platô. Há vários homens de manto e capuz em volta de uma fogueira. Parecem estar fazendo um ritual.

O grupo ataca, mas eles também têm muito poder. Acabam fazendo uma barreira de fogo. Nesse meio tempo, desaparecem. Naomi faz um trato com Yorka, que pediu uma vida humana.

Eles entram na caverna, encontram Tereza e derrotam Antônio, um bruxo lusitano que também era da caravana de Richard, Antoine e Maurice. Ele fez um pacto com aqueles bruxos, os Yakamouch, para sobreviver naquela região. E pretendia fazer um ritual com Tereza.

Naomi quer mata-lo, mas todos são contra, menos Rocha. Tendresse briga com Naomi e Maurice ganha a sua inimizade ao criticá-la. Naomi dá um tiro na cabeça de Antônio, que estava amarrado.

♥ 23 de agosto – viagem

O grupo dorme quase o dia inteiro. Antônio havia mencionado que encontrara Pierre Armand, e que este procurava pelo outro Pierre, rumo ao sul.

♥ 24 e 25 de agosto – viagem

Sem incidentes

♥ 26 de agosto – viagem

No final da tarde, chegam ao canal da Ilha do Gelo. Há um ponto no mar. Parece um homem numa canoa. Rocha se transforma numa gaivota e vai investigar.

Paulo dá um tiro pro alto para chamar a atenção. Conseguem convencer o sujeito a voltar. É Pierre Armand. Um dos motivos pra ele voltar foi uma chuva invocada por Naomi. Ele não fica nada contente. E fica encantado com a beleza de Tendresse. E não acredita quando ela fala que é homem. “Eu conheço mulher pelo cheiro”.

[N. do M.: sempre utilizava gente de fora do grupo para mostrar o quanto Tendresse havia se desleixado de seu visual . O grupo só não se dava conta de que ela era mulher (aqueles que já não o sabiam) porque já estavam acostumados com o fato dela ser homem. Mas para Pierre Armand, assim como para os patagões, tal hipótese soava absurda.]

Também manda um “boa noite” para Naomi. Tendresse o convence de cque é amigo de Pierre, e que eles também estão atrás dele.

Pierre é convencido a construir uma balsa. Enquanto isso, Tendresse e Rocha irão de canoa.

[N. do M.: como marinheiro experiente, Armand era o único do grupo capaz de orientar a construção de uma balsa firme o suficiente para a travessia.]

Quando estão atravessando, próximo à Ilha do Gelo, são atacados por Taquatu, um ser invisível que anda numa canoa voadora.

Ele pega Tendresse e a coloca na canoa e a leva para uma caverna que fica no alto de um pico inacessível. Depois volta pra pegar Rocha, que perde sua escopeta e a munição.

Ninguém que ficou no continente viu o ocorrido, pois estavam pegando madeira. Só veem a canoa boiando.

Aruana mergulha no mar, mas morre de frio no meio do caminho. Armand alcança o bote e resgata aruana.

Aruana e Richard partem à procura de Tendresse e Rocha.

Capítulo 2 – Em busca de Pierre (sessões 5 e 6)

Personagens principais: Aruana (rastreadora maoári); Rocha (bandeirante); Naomí (feiticeira negra); Nahuapy (feiticeira mestiça chiquitana); Tendresse (jesuíta francês).

Personagens convidados: Paulo Ferreira (ladrão); Richard (naturalista).

NPCs principais: Hernandez (ex-zaorí); Tereza (estigmata); Pierre Armand (ex-pirata); Maurice (viajante imortal); Pierre Bellac (ex-soldado).